terça-feira, 19 de junho de 2007

Shopping Iguatemi

Há muito tempo atrás tivemos uma loja no Shopping Iguatemi em Porto Alegre. Era uma franquia da marca TKTS, de roupas da moda. O ponto custava bem caro e ainda pagávamos aluguel mensal mínimo, calculado por metro quadrado. Por um ponto de 40 metros quadrados pediam uma “luva” absurda de US$ 700 K.
Descobri que todo o market capitalization da La Fonte Participações (ação pouco negociada na época), dona do Shopping Iguatemi, era de apenas um milhão de dólares. Comprei La Fonte (MLFTH) e muitos anos depois, e após diversas chamadas de subscrições, minhas ações da La Fonte valorizaram-se bastante. Não vendi por burrice e ganância.
Como referência:
O maior shopping center do mundo é o de Edmonton, Canadá. Tem mais de 1.000 lojas.
Os shoppings mais antigos são:
a) Grand Bazar, em Istambul, na Turquia;
b) Yu Yuan, em Shangai, na China. Numa época as ações subiram mais do que 100 vezes. Na China tudo é exagerado!

Shopping Iguatemi (IGTA 3) já subiu 20% desde o IPO em março deste ano. Não é o shopping que trabalha para as lojas; são as lojas que trabalham para o shopping. Todas as famílias querem passear no shopping, ver as vitrines, fazer compras, almoçar, jantar, ir ao cinema. Tem estacionamento, ar condicionado, não se pega sol nem chuva. Não é preciso ter medo de assaltos. Acho que é um ótimo lugar para compras e lazer, e um bom investimento para os acionistas.

13 comentários:

Bernardo Coutinho disse...

Oi Sr Tong,
conheci seu blog pelo google quando estava pesquisando sobre o mercado. Sou iniciante no mercado de ações e só fiz uma operação na vida, que foi semana passada. Adorei o seu blog e os assuntos abordados, era exatamente o que eu estava procurando. Já li todos os posts e teria muitos comentários a fazer, mas pra não me extender muito, gostaria de fazer uma pergunta: Além do IGTA3, existe alguma outra cadeia de shoppings centers com capital aberto em bolsa? Moro no Rio e aqui tem mtos shoppings. Aqui perto da minha casa tem um shopping que está fazendo uma área de cinema. Com a violência, os shopping são um reduto da classe média para o consumo e lazer.

burn disse...

POis é, devia ter uma parte aqui pra novos investidores, eu gostaria de saber quanto de capital mínimo eu poderia ter e investir em ações, isso muito me interessa, mas não sei o quê devo fazer, quais ações a médio, e curto prazo são interessantes no momento, enfim....

Mario Augusto Freitas disse...

Muito interessante pois os shopping centers não param de crescer. Há quinze anos atrás no início dos anos 90, já se pensava que em São Paulo não havia mais mercado para novos shopping centers. Creio que o número quase dobrou de lá para cá ! O brasileiro nas grandes metrópoles do sudeste só pensa em ir ao shopping, uma tendência que só não existia no RJ, mas hoje também os cariocas aderiram ao shopping center. Comodidade, concentração de lojas e segurança contribuem para isto. Excelente recomendação para compra. Parabéns.

Antonio disse...

E os shoppings de média/baixa renda ? A renda das classes B e C está aumentando, isso não representaria um aumento no consumo ? Existe shopping para a média e baixa renda ou o formato é as casas bahia mesmo. Pode ser uma próxima onda.

Passarelli disse...

Existe também o fator da valorização dos imóveis no Brasil e especialmente em SP. Acredita-se em um boom imobiliário--de fato os imóveis principalmente os comerciais estão aquecidos, se houver investimento estrangeiro como estão noticiando, acho que pode valorizar mais ainda. Isso não valoriza ainda mais os ativos do shopping, principalmente os de luxo como o iguatemi ?

John Tong disse...

Prezado Bernardo,
É gratificante saber que as pessoas estão gostando do que escrevo, obrigado. Não creio que haja outra empresa de shopping centers cotada em bolsa brasileira. Mas acho que outras empresas de shoppings podem e devem se organizar para entrar no mercado para ter acesso aos recursos.

John Tong disse...

Prezado Burn,
Muitas das suas questões são assunto dos meus artigos neste Blog. Dê uma olhada. um abraço.

John Tong disse...

Prezados Mario, Antonio e Passarelli,
Obrigado pelos comentários. São todas boas observações sobre o negócio de shopping centers, o que me confirma que é um bom investimento. um abraço.

Marco Carvalho disse...

Muito legal o conteúdo de seu blog... diferente do feijão com arroz encontrado por ae :) Parabéns, tambem mantenho um blog sobre investimentos (http://comocomprarmeias.marcocarvalho.com/) e sempre estou a procura de material. O seu blog foi para minha lista de link.

Parabés :)

Canaldoinvestidor.Net disse...

Sr. Tong, gostaria de convida-lo a participar do meu novo website, com uma comunidade para troca de informações. Seu blog está de parabéns.
Estou precisando de colaboradores, parceiros e pessoas que vivem no mundo dos negócios. Espero contar com a sua presença!

Um grande abraço!
acesse:
www.canaldoinvestidor.net

Canaldoinvestidor.net

Anônimo disse...

Apenas complementando o assunto.
Na bolsa brasileira temos também a Brmalls (BRML3) que vem investindo pesado no setor de shoppings.
Inclusive o gráfico dela já reflete o bom momento.

Abs
CHRistian
www.chrinvestor.com

John Tong disse...

Prezado Marco Carvalho,
Obrigado pelos comentários e pelo link em seu site. um abs.

John Tong disse...

Para Canal do Investidor:
Obrigado pelo comentário. Entrei em seu site e me parece bem completo. Parabéns por ele.
um abs.