sábado, 28 de julho de 2007

A situação das Aéreas ( parte 3 - final )

Desde o início do caos aéreo em outubro do ano passado até o dia do acidente da TAM, enquanto o Bovespa valorizou 43%, as ações da TAM caíram 4% e as da Gol caíram 27%, já indicando forte incerteza em relação ao setor.
Desde o acidente até ontem, a TAM desvalorizou mais 22% e a Gol 18%, enquanto que o Bovespa caiu 8%. Uma punição severa que reflete em sua essência as incertezas sobre a recuperação das receitas destas empresas no médio/longo prazo após o ajuste da malha aérea que estará ocorrendo no curto prazo.

Na minha visão, uma queda exagerada. Como o mercado tende a reagir com movimento pêndular, creio que tivemos um overreaction e pode haver um movimento de correção positiva nestes papéis, principalmente dos da Gol em relação ao Bovespa.

Listo abaixo os fundamentos para esta percepção:
  1. A Demanda continua alta e não servida, mesmo nos segmentos de mercado mais nobres--business travellers. Esta demanda será distribuída em outros aeroportos além de Congonhas. Haverá uma adaptação dos usuários, mas isto ocorrerá relativamente rapido, pois precisam utilizar o transporte aéreo. O uso de Congonhas será reduzido, mas ocorrerá uma otimização de sua utilização pelas companhias aéreas em suas rotas ponto-a-ponto mais nobres: Ponte aérea SP-RJ, SP-Brasília, SP-BH e entre outras cidades principais--creio que as margens derivadas destas rotas representam mais da metade do resultado destas empresas no mercado doméstico.
  2. A moeda de troca das aéreas na redução dos volumes é o aumento dos preços de passagens, que certamente irá ocorrer para compensar as reduções de volume.
  3. Não existe substituto adequado ao transporte aéreo. Vocês já viajaram nas estradas brasileiras últimamente ? Quem substituiu a viagem aérea por ônibus não vai aguentar por muito tempo.
  4. O posicionamento da TAM e Gol é ainda muito forte com a saída da Varig e difícilmente uma outra companhia aérea irá competir nos mesmos volumes com estas duas.
  5. TAM e Gol estão fortalecendo suas rotas internacionais, espaço que ainda precisa ser ocupado, e que trarão uma fatia bem maior de suas receitas. Aliás, expandir estas rotas internacionais com algum privilégio pode também ser outra moeda de troca com o governo para compensar a perda de tráfego doméstico.
  6. A privatização da infraestrutura aeroportuária ou a sua gestão deverá ser acelerada após os eventos dos últimos 10 meses

Sem dúvida que o caos aéreo prejudicou o desempenho das empresas aéreas, principalmente na linha da receita. Mas a questão é se estes fatos já estão descontados do preço dos papéis. Minha percepção é que sim. Pode ser uma oportunidade !

Jackson Tong

Convidado deste Blog

12 comentários:

carlos augusto disse...

gostei muito da analise, vamos ver como o mercado em geral se comporta. obrigado carlos augusto maia

Lucas disse...

Olá Jackson, criei um Blog como se fosse um Feed dos principais blogs que tratam sobre Mercado Financeiro.

Cada atualização dos blogs eu atualizo o meu com o título e um trecho do artigo com o link para o blog principal.

Gostaria de saber se você autoriza?
Obs: Sempre com os links para o blog principal, nunca copiarei o artigo completo, apenas um trecho de chamada.

O blog é http://centromfinanceiro.blogspot.com

Qualquer decisão sua será respeitada.

Saudações

Jackson Tong disse...

olá Lucas,
O Blog é do meu pai, o John Tong.
Vou consultar ele e te respondo aqui neste espaço de comentários ok ? um abs, Jackson.

Luis Gallindo disse...

Concordo com a análise, achei convincente os argumentos, acho Gol um bom investimento a longo prazo. obrigado.

Analia disse...

boa avaliacao dos fundamentos das empresas aereas. resta saber se o mercado com um todo vai para frente. Analia Salvador

Anônimo disse...

Só sai notícias ruins sobre a tam. todo dia tem algo contra esta empresa. será que realmente ela tem condições recuperar ?

John Tong disse...

Prezado Lucas,
Autorizo sim você incluir o link em seu site. um abraço,
John Tong

Jackson disse...

Prezado anonimo,
você tem razão, when it rains it pours. realmente a imprensa tem sido muito negativa para a TAM, mas vamos pensar no longo prazo.
abs, Jackson.

Anônimo disse...

Olá!
Realmente a imprensa tem pego no pé da TAM... Por outro lado, os investidores têm pego no pé da Gol. Vocês não acham? Afinal, o caos aéreo é geral e está na admninistração do sistema aéreo e o avião que caiu foi o da TAM. Quem perdeu o maior númeor de passageiros foi a TAM (comprovado na venda de bilhetes). Então porque caiu tanto o preço dos papéis da Gol? A compra da Varg não significou nada como concorrente da TAM nas linhas internacionais e no mais nicho "conforto"?
Enfim... concordo plenamente com a análise e acho que os papéis vão recuperar logo(a menos que surjam mais problemas por aí).Deus queira que isso não aconteça! Por outro lado, se tudo der certo, preparem-se para ver o Jobim como candidato à Presidência.
Tomaz

marcos a disse...

Sr. Tong, saiu a notícia hoje que a Gol irá recomprar as ações e GOLL4 já subiu 11,4% só hoje. Parabéns pela análise. marcos a.

Anônimo disse...

ler todo o blog, muito bom

Anônimo disse...

thanks for this nice post 111213