segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Amigos para Sempre

Eu acabei de ler o livro "The Age of Turbulence" de Alan Greespan (The Penguin Press, New York, 2007). No capítulo 25, ele descreve uma observação de seu amigo Warren Buffet, o investidor de maior sucesso da história. Buffet disse que a taxa de remuneração das ações, mesmo ajustado pelo fator risco, excede a taxa de retorno de bonds e outros instrumentos de dívida, desde que você esteja disposto a comprar e segurar as ações por um longo prazo. "Meu prazo favorito é para sempre" acrescentou Buffet. É conhecida a história que ele continua segurando (e comprando) ações da Coca-Cola por 50 anos !
Concordo com Buffet em segurar ações por um prazo longo, mas não tão longo como 50 anos ou "para sempre". Keynes disse que "in the long run we will all be dead". Tenho ações que segurei por mais de 10 anos e que passaram por cotações em cruzeiro, cruzado e Real. Também comprei e vendi ações em 4 dias. Sou investidor e às vezes também especulador. Danço conforme a musica.


2 comentários:

valdir disse...

Sr. Tong, concordo, acho que no Brasil não dá para segurar uma ação por tanto tempo que nem nos EUA.

Gandalf disse...

Olá John e Valdir, eu considero a observação do Warret válida em qualquer mercado, inclusive no Brasil, desde que se tenha capacidade para suportar o que o Greenspan chama, nesse mesmo trecho do livro, de "limite da insônia", ou seja, poder dormir tranqüilo com seu patrimônio flutuando todo o tempo.

Como isso é para poucos, também poucos são os que chegarão a Warret no mercado. A maioria terá de se contentar em abraçar um lucro bem menor e poder dormir sabendo quanto terá no dia seguinte.

John, obrigado por compartilhar sempre conhecimento importante no blog.

[]'s Gandalf