terça-feira, 24 de março de 2009

Abrir a torneira

Em 18/03/2009, o Federal Reserve (FED) anunciou a compra de US$ 1 trilhão de treasury bond (T-Bond) e papéis do mercado hipotecário. A injeção extra desde tamanho tem como objetivo dar liquidez e ânimo à economia, destravando os ainda congelados mercados de crédito que limitam os empréstimos para os consumidores e empresas.
Imediatamente o juro do T-Bond de 10 anos baixou de 3% para 2,5%. E o preço subiu 14/32, atingindo 102 6/32. O preço e o juro do T-Bond sempre reagem em direções opostas.
A medida é de desespero, equivale a imprimir dinheiro, dar para quem quiser ou necessitar: bancos, indústrias automobilísticas, mortgage, desempregados, fornecedores e consumidores.
Na hipótese de que a economia americana será inundada em dólar, minha previsão é de que o dólar se enfraquecerá eventualmente. Neste cenário o investidor pode e deve comprar ações brasileiras em ADR e ganhar duplamente com a valorização das ações e a desvalorização do dólar (além de não se sujeitar ao imposto de renda de 15% sobre o ganho!)

Um comentário:

Gilberto disse...

Sr. Tong,

Como o senhor compra ADRs? É possível um pequeno investidor comprar ADRs?